Todos os artigos

Uma tela branca

Acompanha o meu caminho uma tela branca. Uma tela quadrada, simples, de moldura feita de madeira de pinho. O tecido é novo e o seu peso é acessível. Facilmente transportável. Facilmen...

Em GERAL, 16 de abril de 2019

Ano 2018, em revisão...

Com o fim do ano vêm momentos de reflexão e balanço do que foi o ano que passou. Se o ano passado sentia-me perdida na minha vivência, este ano 2018 revelou-se um ano de descobertas i...

Em GERAL, 31 de dezembro de 2018

A luz

A fonte da batalha jorra em rios de cores de cheiros vários que escorrem montanha acima. Até ao seu cume. Até ao seu cume, estes rios debitam energia como se nada mais valesse a pena....

Em GERAL, PROSA, 17 de dezembro de 2018

Eram uns dias de sol...

Eram uns dias de sol, um sol branco, forte. Eram uns dias de céu azul, um azul suave, limpo. Eram uns dias em que as árvores pararam em escuta do mar. Uns dias em que mais tempo e men...

Em GERAL, PROSA, 16 de novembro de 2018

Os lugares onde pertenço

Às vezes sinto tristeza, uma tristeza muda e surda. Uma tristeza calada, uma tristeza sem voz nem coro. Uma tristeza. Sinto porque não posso, nem sempre posso e porque muitas vezes nã...

Em GERAL, PROSA, 3 de outubro de 2018

Morri, mas sobrevivi

Acordo. As folhas dançam como entes cheios de vida e animação depois de uma longa festa entre frutas e flores. Acordo. É noite ainda, o sol não brilha e a lua está escondida, os anima...

Em GERAL, PROSA, 28 de agosto de 2018

Desabafos de um dia, para tempos melhores

Estas últimas semanas têm sido emocionalmente poderosas. Durante a última semana estive num training em Itália, no meio da floresta, longe da comunicação diária a que estou sujeita. A...

Em GERAL, IDENTIDADE, 2 de abril de 2018

ErosPorto2018, uma perspectiva pessoal

No fim de semana de 10 de Março fui ao Porto com o objectivo primário de visitar, pela segunda vez, a feira erótica - já lá tinha estado em 2017. A expectativa não era muito alta depo...

Em GERAL, SEXUALIDADE, 15 de março de 2018

A música do meu corpo

Oiço música, os meus dedos mexem ao seu ritmo, batem na mesa e estalam entre si. Sinto-me pensativa e contemplativa. A calma invade-me o corpo e o sorriso antecede a própria vontade d...

Em GERAL, PROSA, 13 de março de 2018

Há uns anos atrás...

Lembro-me, como se fosse hoje, de há uns anos atrás estar num processo de recuperação mais doloroso, muito mais doloroso, do que estou nos dias de hoje. Mais pesado, mais violento, ma...

Em GERAL, BIPOLAR, 16 de janeiro de 2018

Sobre a autora

Daniela Filipe Bento (Dani Bento) tem 34 anos, é natural do Cartaxo e vive em Lisboa. É estudante de astronomia e astrofísica e engenheira de software. Activista pelos direitos LGBTIQ+, direito e justiça social e saúde mental. Constrói o seu mundo através das suas reflexões, procurando sempre uma visão interseccional e uma prática transfeminista e radical. É, também, aprendiz de fotografia, DJing e astronomia amadora. Gosta de desenhar, escrever e jogar Playstation num dia de chuva e vento.

Vê as suas contribuições, as suas actividades actuais e as suas leituras