December 31, 2018

tempo de leitura: 2 mins

Com o fim do ano vêm momentos de reflexão e balanço do que foi o ano que passou. Escrevia o ano passado, no primeiro dia de janeiro:

“Um novo ciclo que urge e que promete bastantes mudanças.”

Se por um lado, o ano 2017 e o início do ano 2018 atingia-me com enormes dúvidas de quem eu era

“Talvez o meu maior problema: reconhecer-me, saber quem sou e que vida é a minha. Preciso entender-me enquanto pessoa e enquanto alguém que também tem dificuldades e necessidades. “

O ano 2018 veio carregado de novas descobertas sobre mim mesma. Um passo importante que teria de dar

“Será um caminho duro de percorrer, mas preciso de o atravessar. Manter-me saudável depende disso.”

Ainda que tenha sentido algumas oscilações de estado mais complexas este ano, o balanço é, desta vez, muito positivo. Aprendi bastante sobre mim, melhorei a minha capacidade de traçar limites sobre o que quero e não quero, aprendi a proporcionar-me espaço para o auto-cuidado. Melhorei a minha interacção social, afastei-me de toxicidade que me prejudicava. Voltei a ter vontade de viver em pleno e em todas as camadas da minha vida.

Ao mesmo tempo foi, também, um ano cheio de actividades. Não finalizei o curso como pretendia, mas por outro lado percorri o país a realizar diversas acções de sensibilização para a causa LGBT. Comentei filmes, participei em festivais, dei workshops e trabalhei junto de entidades legisladoras para culminar numa nova lei de identidade de género. A minha agenda 2018 está cheia de apontamentos sobre estes caminhos que percorri. Vale sempre a pena guardar, é uma forma organizada de diário, para mais tarde recordar como foram estes meses.

Foi um ano também rico em interações pessoais, conheci imensa gente. Desenvolvi as minhas competências sociais e levei-as a outros níveis. Sinto as minhas várias relações nas suas várias estruturas e particularidades mais fortes e saudáveis. Sei que ainda tenho muito para aprender, vícios que tenho de vencer, mas sinto-me num bom caminho.

O ano 2019 vem com novas resoluções e outras melhorias ao que já tenho estado a fazer em 2018. Pela primeira vez, também comecei a planear objectivos a cumprir, seja do ponto de vista de introspecção ou do ponto de vista mais prático da acção.

Deixo uma lista do que escrevi neste blogue no ano 2018, com a promessa de 2019 ser diferente no modo como organizo os meus projetos online.

Artigos de 2018:

Feliz Ano 2019 e continuação de boas leituras,

Dani

Quando a estranheza te impede de ser Monstra

Ser monstra é um direito, ser monstra é um caminho, ser monstra é transformar os meus monstros interiores, os meus medos, as minhas dúvid...… Continue reading

Dia Mundial da Prevenção do Suicídio

Published on September 10, 2020

O sol e a lua

Published on August 10, 2020