Estou em casa. Há duas semanas que estou em casa. Sou uma pessoa privilegiada em relação ao meu trabalho, posso continuar a trabalhar normalmente, sem restrições em casa. Já podia fazer teletrabalho antes, se precisasse. A diferença é que estarei mais tempo, muito mais tempo do que num regime normal em que peço para trabalhar de casa. Porém tenho todas as comodidades que poderia ter. Trabalhar na área de engenharia de software dá-nos esta vantagem. Um privilégio. Infelizmente, não é este o caso de muitas pessoas, imensas pessoas.

Quando comecei a escrever este texto tinha uma linha condutora sobre o que iria expor. Escrevi e reescrevi os parágrafos seguintes, queria conseguir sentido a cada palavra. Tornou-se um texto incerto pela própria consciência e vivência do meu mundo e do que me rodeia. No entanto gostava de partilhar.