Sobre

Daniela Filipe Bento é engenheira de software, estudante de astronomia e astrofísica, blogger e activista queer, actualmente a viver em Lisboa, Portugal.

Num processo de desconstrução pessoal, assume-se como rapariga trans não-binária, pansexual e poliamorosa. Um caminho que usa como referência para escrever muitos dos seus artigos sobre estas temáticas. Vivendo também com problema de foro psiquiátrico, a intersecção destas realidades tornou-se um ponto importante no seu activismo.

Actualmente ocupa uma posição de engenheira de software na Talkdesk, e continua os seus estudos em Astronomia e Astrofísica na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. É, também, coordenadora do Grupo de Reflexão e Intervenção Trans (GRIT) da Associação ILGA Portugal.

Colabora com o projecto Capazes e com o projecto EscreverGay. Já teve uma coluna de opinião científica num jornal regional O Povo do Cartaxo.

Aquando do seu processo enquanto pessoa Trans, já participou em algumas conferências sobre género e faz comunicação sobre temáticas transfeministas desde 2014.

Para além das temáticas Trans, tem por hábito fazer divulgação na área de ciência, nomeadamente nos temas da Matemática, Informática, Astronomia e Astrofísica.

Faz da escrita um acto continuo de viver, da fotografia um registo da memória e dos amigos a sua construção social. Gostava de praticar desenho e aprender a pintar bem como, descobrir alguns ramos da música, nomeadamente piano e violino (apesar de gostar de música que passa pelo clássico, a electrónica, o rock, o industrial…).