December 02, 2010

Pergunto-me, por vezes, que hei-de eu fazer para conseguir adormecer?

É, certamente, uma pergunta pertinente! Ora, cansado, ensonado, fatigado, com todas aquelas coisas que todos nós dizemos “epá, quando chegar à cama, caio que nem uma pedra!”… Ora nem mais, ou talvez o mais seja apenas, para grande parte das pessoas e não para mim! E, à falta de conseguir adormecer, aqui estou eu, a escrever isto.

Ora, quando digo a alguém “não consigo dormir”, existem várias respostas possíveis, entre elas, as seguintes:

  • “Tão?!” ou “K foi?!”

  • “Já experimentaste fazer força?” (nunca percebi bem esta)

  • “Já fechaste os olhos?” (faz algum sentido)

Mas também, felizmente, existem respostas mais inteligentes como:

  • “Porque não bebes um copo de leite quente?”

  • “Toma um banho relaxante de água quente?”

  • “Conta carneiros…”

De facto, o banho relaxante é a minha sugestão preferida. Até costuma ter algum resultado, mas hoje ainda não fez efeito. Simplesmente, estou esperando o sono vir, mas na realidade, não consigo sequer bocejar. Ainda não anda por aqui o João Pestana… Ai o João Pestana!

Aliás, eu acho que tenho um grave problema… mas não digam a ninguém… Estou sem sono e na realidade até nem me apetece dormir, mas estou cansado e sem vontade de fazer muita coisa… era só por isso que queria dormir… Mas também há… há sim outra razão! Apetece-me qualquer coisa… doce! Um gelado, um chocolate, goma (das sortidas e principalmente, com tijolos)… Bolachas não, é muito elementar.

São assim, as coisas que se dizem… quando se quer dormir! Até porque… em parte alguma… isto faz sentido!

Abraço, Daniel Bento

Ano 2019, em revisão...

Com o fim do ano vêm **momentos de reflexão e balanço** do que foi o ano que passou. Escrevia o ano passado, no primeiro dia de janeiro:>...… Continue reading

A luz

Published on December 17, 2018

Eram uns dias de sol...

Published on November 16, 2018